Pais mais eficientes têm um entendimento claro da cruz e de suas implicações para a vida diária.

A Criação de Filhos no Poder do Evangelho O modo como o evangelho molda e transforma a educação de filhos

 William P. Farley

 

George Barna destaca que já foram publicados cerca de 75 mil livros sobre criação de filhos nos últimos dez anos. Diante disso, por que escrever um novo livro sobre criação de filhos? A resposta é simples: a criação de filhos de acordo com parâmetros cristãos está em desarranjo. As estatísticas apresentadas neste livro deixarão isso mais claro. 

Não se trata de um assunto sem importância. A criação de filhos é crucial. O sucesso ou o fracasso podem qualificar ou desqualificar um homem para a liderança espiritual (1Tm3.1-13). Além disso, o subproduto dos sucessos ou fracassos da forma atual de criar filhos determinará a feição e o temperamento da igreja das gerações futuras. 

Muitas experiências singulares afetaram minha maneira de encarar a criação de filhos. A primeira e mais poderosa aconteceu por meio da leitura da Bíblia. Quando meus filhos estavam na pré-escola, comecei a devorar a Bíblia, especialmente o livro de Provérbios. Quando minha filha mais velha estava no início da adolescência, descobri a teologia reformada e, com ela, um entendimento aprofundado do evangelho. Isso aumentou minha compreensão a respeito das implicações do evangelho na criação de filhos. 

Segundo, a experiência de vida também causou um impacto sobre mim. Por 18 anos, dos meus 20 e poucos anos até os 40, minha família esteve na mesma igreja. Muitos dos nossos primeiros amigos eram casais jovens com filhos na pré-escola. Era um grupo leal e estável de famílias. Nossos filhos cresceram juntos. - William P. Farley

 A maioria dos livros cristãos sobre criação de filhos toma por base o mundo terapêutico e, em seguida, tempera tudo com alguns versículos bíblicos. Este livro foi escrito para centralizar a criação de filhos na Bíblia, mais especificamente no cerne da Bíblia: o evangelho.

 "A rocha sólida – profundamente fundada sobre a suficiência total da Palavra de Deus e do Evangelho da graça. Farley não vai dar platitudes teóricas, ele é honesto sobre suas próprias deficiências e sua grande necessidade de sabedoria do evangelho na paternidade. É, em última instância, um livro cheio de esperança, esperança fundada no Evangelho de Jesus Cristo." Douglas Bond, Autor de Fathers & Sons: Stand Fast in the Way of Truth e Hold Fast in a Broken World.

"A literatura sobre família que pretende ser cristã é quase universalmente distinguida por uma moralização bem intencionada, mas impotente, que efetivamente negligencia o evangelho em virtude de assumi-lo. Bill Farley nos empurra para além disto, estabelecendo uma abordagem que é decididamente cristã precisamente porque é informada e motivado pelo poder transformador do evangelho." Art Azurdia, Professor Associado de Teologia Pastoral e Diretor de Mentoria Pastoral, Western Seminary, Portland.


Bill Farley é pastor da Grace Christian Fellowship em Spokane, Washington. Term artigos publicados em Discipleship Journal, Enrichment Journal, Focus on the Family Magazine e The Journal of Biblical Counseling.

Abrir Chat